Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Barnabé, reforço de 39 aninhos, de águia ao peito nas próximas cinco épocas

Leio no Record que um tal de Sepsi já foi oficialmente apresentado como jogador do Benfica,  ou, melhor, como "reforço" do Benfica, e que "nos próximos cinco anos e meio vai vestir a camisola 33". Existe há muito na comunicação social portuguesa, sobretudo na da especialidade, o estranho hábito de chamar "reforço" a todo o futebolista recém-contratado. Pode não valer ponta dum corno, é reforço. Pode chamar-se Laurent Robert, Paredes ou Bergessio, é reforço. Até podia ser eu, era reforço. Do alto da minha ingenuidade, pensava que reforço era qualquer coisa que, vá lá... reforçava. Pelo menos é o que diz o dicionário. Só não percebo é a razão pela qual o Benfica, que enche o carrinho de "reforços" logo que abrem os saldos (para se juntarem a outros que outrora terão sido também "reforços"), nunca parece reforçado.
A de "vestir a camisola 33 por cinco anos e meio" também é clássica. Assim como estamos fartíssimos de ler: "de águia ao peito por quatro épocas" ou "de encarnado nas próximas três temporadas". Ou seja, quem escreve estas frases (normalmente na capa dos desportivos) pensa que o jogador (ou melhor, o "reforço") chega, joga (ou não) durante o prazo estipulado, acaba o contrato e vai embora. Será que ainda não perceberam que isso é coisa rara nos tempos que correm, que a grande maioria dos jogadores não cumpre integralmente o contrato original? Muito antes disso, ou são vendidos, ou são emprestados, ou são dispensados e rescindem o contrato amigavelmente... Agora, chegar, assinar contrato, cumpri-lo e ir embora, só mesmo se for... reforço.
Principais Tags: ,
publicado por Pedro Bom às 22:20
link do post | comentar | favorito

Autores

Pesquisa no blog

 

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

O DN a começar o ano em p...

Os conhecimentos mais bás...

Que nome bué da louco, "h...

Para bom observador, meia...

O Luís Reis Ribeiro preju...

Um título, dois erros

Bomba Atómica: o Dinheiro...

O Público anda com a cabe...

Uma pequena história

Verificar fontes é para i...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Principais Tags

correio da manhã(13)

desemprego(15)

diário digital(24)

diário económico(9)

dn(82)

economia(65)

estatísticas(22)

expresso(26)

inflação(13)

lusa(15)

matemática(12)

percentagens(26)

público(102)

publico(9)

rigor(9)

rtp(20)

rudolfo(16)

salários(10)

sensacionalismo(135)

sic(11)

todas as tags

Contacto do Blogue

apentefino@sapo.pt

Outros Blogs

subscrever feeds