Quarta-feira, 4 de Junho de 2008

Regra de Ouro: Quando são publicadas várias estatísticas sobre um assunto escolher a pior!

 

TSF,  noticiário de hoje (18:00H) : "As vendas de veículos comerciais ligeiros em Portugal, no mês de Maio desceram 20% relativamente ao mesmo mês do ano anterior".

 

Como já desconfio dos números citados nos media, fui confirmar: 

Dados da ACAP

 

Mercado de veículos ligeiros cai 1,9%

  1. As vendas de veículos ligeiros em Portugal ascenderam a 25.101 unidades em Maio de 2008, o que representou um decréscimo de 1,9% quando comparado com igual mês do ano anterior.
  2. Em Maio de 2008, o mercado de automóveis ligeiros de passageiros registou um crescimento de 5,1% relativamente a igual mês do ano anterior.
  3. Em termos do mercado de veículos comerciais ligeiros verificou-se, em Maio do corrente ano, um decréscimo de 21,1% em relação a 2007

Veículos Pesados:

  1. Quanto ao mercado de veículos pesados, em Maio de 2008 foram comercializados em Portugal 492 unidades, o que corresponde a um decréscimo de 6,8% face ao mês homólogo do ano anterior.
  2. No que respeita às vendas realizadas no período acumulado de Janeiro a Maio de 2008, as mesmas atingiram as 2.900 unidades. Verificou-se, assim, um acréscimo relativamente ao período homólogo do ano anterior, de 14,1%.

Com a subida dos preços dos combustíveis, não deve espantar a ninguém uma diminuição nas vendas dos veículos automóveis.

Mas aparentemente tal apenas aconteceu no segmento que é citado. A informação está pois correcta, mas porque serão os outros dados escamoteados? 

 

 Mais duas notas: 

A diminuição referida é justificada pela própria ACAP pela alteração da sazonalidade no ano de 2007 decorrente da reforma da fiscalidade automóvel então ocorrida.

 

E aqui entre nós:  olhar só para um mês e gritar: "Aqui d'el Rei! Acudam-me que estou em crise" parece-me ser completamente tolo.

 

 

Principais Tags:
publicado por Oscar Carvalho às 18:20
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 5 de Junho de 2008 às 14:33
"E aqui entre nós: olhar só para um mês e gritar: "Aqui d'el Rei! Acudam-me que estou em crise" parece-me ser completamente tolo"

É cada vez mais insuportável a imprensa portuguesa.

Comentar post

Autores

Pesquisa no blog

 

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

O DN a começar o ano em p...

Os conhecimentos mais bás...

Que nome bué da louco, "h...

Para bom observador, meia...

O Luís Reis Ribeiro preju...

Um título, dois erros

Bomba Atómica: o Dinheiro...

O Público anda com a cabe...

Uma pequena história

Verificar fontes é para i...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Principais Tags

correio da manhã(13)

desemprego(15)

diário digital(24)

diário económico(9)

dn(82)

economia(65)

estatísticas(22)

expresso(26)

inflação(13)

lusa(15)

matemática(12)

percentagens(26)

público(102)

publico(9)

rigor(9)

rtp(20)

rudolfo(16)

salários(10)

sensacionalismo(135)

sic(11)

todas as tags

Contacto do Blogue

apentefino@sapo.pt

Outros Blogs

subscrever feeds