Sábado, 21 de Junho de 2008

Mais do mesmo

O Banco de Portugal (BP) e o INE vieram ontem com novos dados da conjuntura económica e, como já seria de esperar, o DN e o seu jornalista de serviço, Rudolfo Rebêlo, lá tratam de disparatar sobre eles. Vou tentar ser claro, para que a caixa de comentários não fique entulhada de observações anónimas ainda mais absurdas do que as da própria notícia.

 

1. Actividade Económica. No título da notícia e ao longo do texto o Rudolfo tem o cuidado de referir (e bem) que a economia está a "arrefecer" ou a "desacelerar", em vez de "decrescer". Isto é verdade: o indicador coincidente do BP aponta para um crescimento homólogo positivo em Maio (0.4%), mais baixo do que o de Abril (0.8%). Mas, tendo o nível de actividade económica sido, em Maio último, superior ao de Maio do ano passado (em 0.4%), porque raio diz o Rudolfo que "a actividade económica [está] ao nível mais baixo desde 2003"?

 

2. Consumo. Mesmíssima coisa, mas agora o Rudolfo consegue contradizer-se na mesma frase: "o consumo das famílias terá aumentado 0,5% em Maio, face ao mesmo mês do ano passado, mas está a decrescer ao longo dos últimos meses, atingindo o valor mais baixo desde Setembro de 2003". Então mas, cresceu 0.5% em relação a Maio do ano passado e é o mais baixo desde 2003? Será que o Rudolfo não consegue arranjar um mês desde 2003 em que o consumo tenha sido menor? Dou uma sugestão: que tal Maio do ano passado?

 

3. Investimento. "Investimento aumentou em Abril", diz o Rudolfo, embora não refira quanto e onde foi buscar a informação. O que o INE diz é que a variação percentual homóloga do investimento foi -1.9% em Março e -0,5% em Abril. Ou seja, o investimento desceu em ambos os meses, em relação aos meses homólogos de 2007, embora menos em Abril. Se o Rudolfo diz que subiu em Abril porque -0.5% é maior do que -1,9%, então estamos em presença do disparate do costume, porque ambas as variações são negativas. [Claro, em relação a Março o investimento até pode ter subido, mas não só isto não é uma implicação lógica dos números do INE como nem as variações mensais são para aqui chamadas.]

 

Principais Tags: , , , ,
publicado por Pedro Bom às 22:52
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Rudolfo Rebêlo a 23 de Outubro de 2008 às 23:21
Caro Pedro Bom,
É o segundo texto a que vou responder. E novamente como no primeiro, por pontos. E, novamente como no primeiro, provo que voçê fica a dever à honestida. Não esqueça: no primeiro texto deturpou, pediu desculpa. Depois meteu-se em questões do "capítulo 5 "ao referir-se a "essas coisas"... Uma lástima que o obrigou a puxar pelos galões...enfim, é o que temos
Um docente universitário não é repentente na deturpação, omissão e na mentira. Você é.
Vejamos,
"Os dados do banco central (...) revelam que a actividade económica terá crescido apenas 0,4% em Maio deste ano, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Trata-se do valor homólogo mais baixo desde Novembro de 2003".

Isto é o que está escrito no texto. Para o comentário do ponto 1. você escondeu isto do seu leitor. Surripiou - é o termo - isto do conhecimento do seu leitor. Foi uma malandrice. Então o que fêz? procedeu à truncagem, aproveitando uma chamada... Isto, Pedro Bom, chama-se desonestidade.

2. Admito que a frase possa não estar suficientemente clara. Mas também não será necessário empregar inteligência para se perceber a que "valor" se refere o texto.

3. Pois aqui é uma chatice, Pedro Bom! É que "essas coisas" não vêm no capítulo 5... Faça um grande favor a todos: dê uma espreitadela nas séries do INE,veja os chamados "efeitos base", analise os números deste ano e não diga "que não é uma implicação lógica dos números do INE". E, finalmente, para seu cuidado, leia atentamente o que o INE escreve e procure as diferenças no texto...

Em resumo, Pedro Bom: Voltou a truncar, a mentir e a deturpar no ponto 1. No ponto 2 faltou-lhe agilidade. E, no terceiro ponto, mais uma vez... ficou sem margem. Uma enorme chatice. Para si. Mas isto não é o pior! No proximo texto (que catrafada de comentários!) provo que você (e o amigo Miguel) são os únicos que afirmam que Portugal enriquecerá mesmo quando em 2009 crescerá 0,1%, como diz o FMI.... Enfim, veremos a diferença entre PIB e Economia. E responderei, nesse momento, a MF.

Obs. Já agora que o meu amigo (não é sarcasmo) gosta do "cata-disparate" porque não vai à proposta do PSD sobre a baixa "de um por cento" (está lá, é real) na Taxa Social Única (23,75%, contrib. dos empregadores)? (Nós, jornalistas, não ligamos, porque isto é o normal... e só quando tem consequências práticas é que é noticia, porque escandaloso). Mas olhe, Pedro Bom, o melhor mesmo é você não se desgraçar...Sim, não estou a vê-lo a chamar ignorantes a Manuela Ferreira Leite, a António Borges que viram, analisaram e aprovaram o documento discutido com o Governo na Comissão Parlamentar de Economia e Finanças...
Não se desgrace, homem.
Tenha uma boa noite. Quanto a mim, ainda vou para o meu blogue.

OBs.2 espero que em nome da decencia este post seja publicado na integra. Será copiado.

Comentar post

Autores

Pesquisa no blog

 

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

O DN a começar o ano em p...

Os conhecimentos mais bás...

Que nome bué da louco, "h...

Para bom observador, meia...

O Luís Reis Ribeiro preju...

Um título, dois erros

Bomba Atómica: o Dinheiro...

O Público anda com a cabe...

Uma pequena história

Verificar fontes é para i...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Principais Tags

correio da manhã(13)

desemprego(15)

diário digital(24)

diário económico(9)

dn(82)

economia(65)

estatísticas(22)

expresso(26)

inflação(13)

lusa(15)

matemática(12)

percentagens(26)

público(102)

publico(9)

rigor(9)

rtp(20)

rudolfo(16)

salários(10)

sensacionalismo(135)

sic(11)

todas as tags

Contacto do Blogue

apentefino@sapo.pt

Outros Blogs

subscrever feeds