Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Confundir países

Karadzic recebeu documentos falsos de autoridades sérvias, diz o Diário Digital. O texto não é claro, mas não volta a referir as autoridades sérvias (lembre-se que Karadzic vivia escondido na Sérvia), refere sim as autoridades servo-bósnias, ou seja autoridades da República Srpska, parte integrante da Federanção Bósnia e Herzegovina... outro país portanto!

Principais Tags:
publicado por Miguel Carvalho às 12:30
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Sabine a 24 de Julho de 2008 às 13:50
Parece-me que está enganado:
http://en.wikipedia.org/wiki/Radovan_Karad%C5%BEi%C4%87
Lendo isto, penso ser mais plausível serem as autoridades sérvias (não as actuais, mas as anteriores, comandadas por Slobodan Milošević) a lhe darem os documentos.
De Miguel Carvalho a 24 de Julho de 2008 às 15:52
Eu enganado não estou de certeza, porque não faço a mínima ideia do que aconteceu, nem sequer dei a entender que desconfiava.
Apenas notei que o DD confunde os dois países na notícia.
De sabine a 25 de Julho de 2008 às 10:24
Considero este um bom blogue e lamento que responda "não faço a mínima ideia do que aconteceu, nem sequer dei a entender que desconfiava". Não custuma fazer confrontações entre várias fontes noticiosas? Por exemplo, ler a Wikipédia é um bom ponto de partida, mas ver outros jornais estrangeiros à procura de semelhanças e diferenças entre notícias. É um trabalho em que se perde tempo mas que dá mais credibilidade à análise "a pente fino".
Cumprimentos
De Miguel Carvalho a 25 de Julho de 2008 às 13:01
Obrigado pelo simpático comentário.

Por curiosidade própria (ao ser verdade que a Sérvia emitiu documentos para proteger Karadzic, isso seria mais um duro golpe na reaproximação à UE.. não que não se desconfie de colaboração passiva com Karadzic, mas emitir documentos falsos seriam algo bem mais pro-activo) fui de facto verificar o que aconteceu. Mas por mera curiosidade, não a pensar no blogue. Cheguei à conclusão que a não havia ali muita substância na notícia. A conclusão habitual neste tipo de notícias em que alguém desconfia de algo e os media ao citarem-se uns aos outros sem verificarem a fonte acabam por acrescentar um ponto quando contam o conto. O emaranhado era tal, que nunca chegaria à fonte, logo desisti.

Achei que a falha que aponto no post era suficientemente grave para ser apontada, só isso. Não pretendemos ser uma fonte de notícias.

Cumprimentos

Comentar post

Autores

Pesquisa no blog

 

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

O DN a começar o ano em p...

Os conhecimentos mais bás...

Que nome bué da louco, "h...

Para bom observador, meia...

O Luís Reis Ribeiro preju...

Um título, dois erros

Bomba Atómica: o Dinheiro...

O Público anda com a cabe...

Uma pequena história

Verificar fontes é para i...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Principais Tags

correio da manhã(13)

desemprego(15)

diário digital(24)

diário económico(9)

dn(82)

economia(65)

estatísticas(22)

expresso(26)

inflação(13)

lusa(15)

matemática(12)

percentagens(26)

público(102)

publico(9)

rigor(9)

rtp(20)

rudolfo(16)

salários(10)

sensacionalismo(135)

sic(11)

todas as tags

Contacto do Blogue

apentefino@sapo.pt

Outros Blogs

subscrever feeds