Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008

Postas taberneiras

Lemos a capa do DN de hoje e parece que estamos a ouvir o Sr. Júlio da taberna a resmungar: "O pior Agosto de sempre no turismo português". No título interior, desaparece o "português". E quando acabamos de ler o texto, percebemos que afinal era basicamente só ao Algarve que se referiam, com um remate final do género "ah e tal, e no resto do país a situação foi semelhante", para aligeirar a coisa. Mas, adiante, que nem são as considerações geográficas que me fazem escrever.

Por uma simples questão de rigor, há palavras que deviam ser excluídas do léxico jornalístico. Uma delas é a palavra "sempre". Porque "sempre" é, por definição, um conceito temporalmente indefinido, o que não combina bem com rigor. O que é que a Leonor Matias quer dizer com "sempre"? Desde o ano passado? Nos últimos dez anos? Desde o 25 de Abril 1974? Desde 1143? No texto, apenas se diz que "ocupação hoteleira (...) baixou face face a igual mês de 2007". Ah, talvez o "sempre" signifique "desde o ano passado"...

E o "pior", já agora, refere-se a quê? Número de turistas mais baixo de sempre? Será a "ocupação hoteleira" mais baixa de sempre? (E o que raio é isto? Será taxa de ocupação hoteleira? Será número de turistas que ocupam as instalações hoteleiras?) Ou será antes o volume de negócios mais baixo de sempre? Não sabemos...

O que sabemos é que, no Algarve, e comparando com Agosto de 2007, a "ocupação hoteleira" (seja lá o que isto for) desceu 3%. E dizem-nos também que foi a primeira queda desde... não dizem quando, mas imagino que seja "sempre". E ficamos ainda a saber que o volume de negócios caiu 2% em comparação com... ops, também não dizem, se calhar com o mês anterior.

Mas, olhemos bem para os 2 e 3% de que nos falam e façamos um esforço para perceber se este pode ter sido o "pior" ano de "sempre", tendo em conta, já agora, que se trata da "primeira queda". Até podemos definir "sempre" como "nos últimos vinte anos", para não batermos mais no ceguinho. Já terão percebido que para este ano ser "pior" que o ano de 1988, a taxa média de crescimento anual da ocupação hoteleira (ou do volume de negócios, ou do que quer que seja) teria de andar à volta de 0.16%, no máximo! Agora imaginem para onde descerá esta taxa se alargarmos a definição de "sempre" para os últimos trinta anos. E, por fim, imaginem como seria o Algarve se isto fosse verdade.

Principais Tags: ,
publicado por Pedro Bom às 12:37
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De SeaKo a 5 de Setembro de 2008 às 19:17
E para complementar:

http://www.turismodeportugal.pt

Reposição da Verdade dos factos - Ano Turístico está a ser dos melhores de sempre

Na verdade, embora ainda não estejam disponíveis os números oficiais (INE) relativos a ocupação hoteleira e receitas turísticas em Agosto, é já possível garantir que o corrente ano e o próprio mês de Agosto terão sido, sim, dos melhores de sempre, embora eventualmente não tenha sido atingido o recorde de 2007, esse sim, o melhor ano de sempre do turismo em Portugal.

Seguramente que os resultados deste ano são melhores que os de 2006 e anos antecedentes, quer em número de dormidas e em número de turistas, quer, muito em particular, em receitas.

No final do primeiro semestre deste ano, registava-se um acréscimo de 5,9% das receitas turísticas e um aumento de 4,2% do número de hóspedes e de 1,5% em número de dormidas. Isto comparando, repete-se, com o melhor ano turístico de sempre – 2007.

Mesmo em relação ao Algarve, onde o turismo inglês tem um peso significativo e sofreu com a desvalorização da libra face ao euro, é completamente infundado dizer “não há memória de um mês tão fraco”. Basta comparar com os anos de 2006 e anteriores para verificarmos que a situação está longe de confirmar aquela afirmação.

Embora sejam conhecidas razões conjunturais que levam a um decréscimo dos fluxos turísticos internacionais – desvalorização da libra e do dólar, a alta do preço dos combustíveis e viagens aéreas, a subida dos preços de bens alimentares – a verdade é que o Turismo em Portugal tem sabido enfrentar esse desafio e reagir positivamente à crise internacional.

Por isso, é ainda mais injusto publicar notícias e títulos alarmistas que criam um sentimento negativo totalmente contrário à realidade do sector turístico em Portugal, que é tudo menos pessimista.

O Turismo de Portugal disponibiliza-se desde já para fornecer quaisquer elementos ou informações que lhe sejam solicitados, o que, a propósito da notícia em apreço, não aconteceu.
De Pedro Bom a 5 de Setembro de 2008 às 19:42
Obrigadíssimo pela informação. De facto, complementa o que escrevi. O objectivo do post era contestar a ideia de que 2007 tinha sido o pior ano de "sempre", mas tomei como certo que tinha havido uma quebra de qualquer coisa (dormidas, receitas ou taxa de ocupação -- o texto não soube explicar) de 2006 para 2007. Afinal, segundo esse comunicado, nem essa quebra terá acontecido. Resta saber o que é que estava certo na notícia do DN...
De Ricardo S a 7 de Setembro de 2008 às 22:03
É sempre assim, já não há cura para esta falta de rigor jornalística.
Ainda ontem ouvi no jornal da 1 da TVI que 'crimes violentos não param de aumentar'. Não apresentam números, claro, pois não passa da percepção que eles próprios têm da situação actual, mesmo que não haja aumento real.
É o jornalismo à portuguesa...
Cumprimentos.

Comentar post

Autores

Pesquisa no blog

 

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

O DN a começar o ano em p...

Os conhecimentos mais bás...

Que nome bué da louco, "h...

Para bom observador, meia...

O Luís Reis Ribeiro preju...

Um título, dois erros

Bomba Atómica: o Dinheiro...

O Público anda com a cabe...

Uma pequena história

Verificar fontes é para i...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Principais Tags

correio da manhã(13)

desemprego(15)

diário digital(24)

diário económico(9)

dn(82)

economia(65)

estatísticas(22)

expresso(26)

inflação(13)

lusa(15)

matemática(12)

percentagens(26)

público(102)

publico(9)

rigor(9)

rtp(20)

rudolfo(16)

salários(10)

sensacionalismo(135)

sic(11)

todas as tags

Contacto do Blogue

apentefino@sapo.pt

Outros Blogs

subscrever feeds