Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009

O eterno trabalho do Rudolfo

Na capa de hoje do DN, em grande destaque: "Banco de Portugal [BP] prevê 90 mil novos desempregados". No título da notícia: "Constâncio admite 90 mil novos desempregados em 2009". Embora o Rudolfo Rebêlo atribua este número ao BP, parece ter sido ele mesmo a calculá-lo. E fez o seguinte:

 

1. O BP aponta para um decréscimo no emprego de 1% em 2009. Como a população activa portuguesa é composta por cerca de 5 milhões de pessoas, isto dá um total de 50 mil novos desempregados.

 

2. O Rudolfo acrescenta que "a este número haverá que juntar mais 40 mil pessoas (jovens) que todos os anos - em média - terminam a escolaridade e tentam encontrar trabalho".

 

3. Ora, 50 mil mais 40 mil dá 90 mil. Aí está: 90 mil novos desempregados.

 

E eis que perguntamos todos: então e as pessoas que saem todos os anos do mercado de trabalho, não contam? É que o próprio BP fala em "estabilização da taxa de participação", pelo que se entram muitos, muitos (mas não necessariamente no mesmo número) têm de sair.

Principais Tags: , ,
publicado por Pedro Bom às 19:37
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Carlos Lourenço a 9 de Janeiro de 2009 às 10:13
E não há ninguém que o responsabilize e ao DN?
De Rudolfo Rebêlo a 9 de Janeiro de 2009 às 13:54
Pedro Bom,

Não sei se é para rir...
Você não sabe o que é a "taxa de participação" (também conhecida como taxa de actividade, veja lá se assim chega lá...). Se soubesse, não escreveria esse parágrafo...enfim!
E também não sabe o conceito do "aumento da população activa"... Porque se soubesse, veria que se trata de um "saldo" (de quê? pergunto eu...) e que os 40 mil até estão por defeito (e muito)...

PS. Já agora, PB, diga se entendeu a questão das Contas Nacionais, ao qual tive de me dar ao trabalho de fazer as continhas (veja post), porque ficou provado, ao longo de 13 comentários, que nem o conceito o senhor conhece! Foi uma vergonha para sí... e lamentával para quem se diz docente de economia.
De Miguel Carvalho a 13 de Janeiro de 2009 às 19:48
RR no DN:
"a este número haverá que juntar mais 40 mil pessoas (jovens) que todos os anos - em média - terminam a escolaridade e tentam encontrar trabalho"

RR no A Pente-Fino:
"se trata de um "saldo" (...) os 40 mil"

Em que RR deveremos confiar?
De Rudolfo Rebêlo a 14 de Janeiro de 2009 às 16:34
Caro Miguel,

Deverá confiar no RR que teve a pachorra de o esclarecer sobre cálculos de Contas Nacionais, relativas ao 4º trimestre do ano, que nem o seu amigo PB (docente de macroeconomia, diz ele) sabia...
Como, nesta questão, ficou clarissimo que PB não sabe o que é "taxa de participação", nem tão pouco o conceito "aumento da população activa". Porque se fizer uns meros cálculos, por alto, verificará que os que ficam à porta do trabalho, até são muito, mas muito, mais... (e, já agora, quem?). É verificar os pressupostos do Banco de Portugal e verá que fui "pelos mínimos".
Uma ajudinha: Taxa de participação: é a taxa que define o peso da população activa sobre o total da população... (e o que entra na defição de população activa? Pois é...!) Vejam agora a enormidade contida naquele parágrafo, do supostamente "esclarecido" PB! E não dá para fugir - PB acha que a taxa de participação é algo que está dentro do mercado de trabalho!!! O quê?

Miguel, não me leve a mal: você faz o papel do "tapa-buracos" ou tem procuração para tentar emendar os crassos erros (inacreditáveis) de PB? Percebo que tente ajudar o amigo a "safar-se", mas não se enterre também...
Já que está de recado, dê-lhe a seguinte mensagem: PB que se dedique a procurar %, pp e pouco mais. Porque de Economia, estamos conversados...
De Miguel Carvalho a 14 de Janeiro de 2009 às 16:40
Caro Rudolfo,
não divague. Não vê ali uma contradição entre as suas duas frases? O post era exclusivamente sobre isso.
De teofilo m. a 18 de Janeiro de 2009 às 20:42
Se o Constâncio os admite deixam de estar desempregados, pois vão trabalhar para o BdP , não é assim ó RR ...

Comentar post

Autores

Pesquisa no blog

 

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

O DN a começar o ano em p...

Os conhecimentos mais bás...

Que nome bué da louco, "h...

Para bom observador, meia...

O Luís Reis Ribeiro preju...

Um título, dois erros

Bomba Atómica: o Dinheiro...

O Público anda com a cabe...

Uma pequena história

Verificar fontes é para i...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Principais Tags

correio da manhã(13)

desemprego(15)

diário digital(24)

diário económico(9)

dn(82)

economia(65)

estatísticas(22)

expresso(26)

inflação(13)

lusa(15)

matemática(12)

percentagens(26)

público(102)

publico(9)

rigor(9)

rtp(20)

rudolfo(16)

salários(10)

sensacionalismo(135)

sic(11)

todas as tags

Contacto do Blogue

apentefino@sapo.pt

Outros Blogs

subscrever feeds