Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

Mitos urbanos

Número de mortos aumentou depois da instalação dos radares dizia ontem Licínio Lima no DN. Um subtítulo insistia Sistema foi instalado em 2007 e registou mais dois mortos do que em 2006.

Eu estranhei os dados, porque tinha lido o contrário recentemente. Rapidamente descobri outras notícias e até um documento da Câmara que diz exactamente o oposto, menos dois mortos em 2007.

E assim se cria um mito "urbano".

 

Licínio, verifique os factos antes de escrever, ok?

Principais Tags:
publicado por Miguel Carvalho às 11:00
link | comentar | favorito
10 comentários:
De Fernando Penim Redondo a 14 de Janeiro de 2009 às 18:09
Caro Miguel,

Na versão impressa do jornal essa "simplificação" não é grave pois no quadro, que também foi publicado, figura 2005/2006, 2006/2007 e 2007/2008.

Claro que teria sido preferível respeitar o que figura no meu quadro:
- Julho 2005 a Junho 2006
- Julho 2006 a Junho 2007
- Julho 2007 a Junho 2008

Qualquer pessoa pode confirmar os números que eu publico pois a informação de base está disponível no site da ANSR. Basta dar-se ao trabalho de contar o número de mortos e feridos para cada local/período.
De Miguel Carvalho a 14 de Janeiro de 2009 às 23:42
Caro Fernando,

já entendi que o erro não é tão grave como me pareceu (e pareceria a qualquer pessoa que confrontasse o texto com os documentos) quando escrevi o post.
Não deixa contudo de ser criticável o facto de o texto não corresponder com os factos.

Quanto ao "Qualquer pessoa pode confirmar os números que eu publico", parece-me que está a levar a coisa demasiado a peito, quando eu não o pus em causa.
Mas entende também que a cada notícia que haja no jornal se pode esperar que os leitores vão verificar as fontes cautelosamente.

De Fernando Penim Redondo a 14 de Janeiro de 2009 às 23:58
Caro Miguel,

penso que está tudo esclarecido finalmente.

A propósito: acabo de verificar, e corrigir no meu blog, que a LUSA emitiu um texto que, por omissão de esclarecimento, apresenta como decisões da reunião do dia 13 da "Comissão dos Radares" tudo aquilo que já está decidido desde 27 de Março de 2008.
Ou seja, a Comissão reafirmou as decisões de 27 de Março e recusou as alterações que a ACAM vinha propor a destempo e a despropósito, mas no texto da LUSA isto não aparece.

Comentar post

Autores

Pesquisa no blog

 

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

O DN a começar o ano em p...

Os conhecimentos mais bás...

Que nome bué da louco, "h...

Para bom observador, meia...

O Luís Reis Ribeiro preju...

Um título, dois erros

Bomba Atómica: o Dinheiro...

O Público anda com a cabe...

Uma pequena história

Verificar fontes é para i...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Principais Tags

correio da manhã(13)

desemprego(15)

diário digital(24)

diário económico(9)

dn(82)

economia(65)

estatísticas(22)

expresso(26)

inflação(13)

lusa(15)

matemática(12)

percentagens(26)

público(102)

publico(9)

rigor(9)

rtp(20)

rudolfo(16)

salários(10)

sensacionalismo(135)

sic(11)

todas as tags

Contacto do Blogue

apentefino@sapo.pt

Outros Blogs

subscrever feeds