Segunda-feira, 10 de Março de 2008

A ânsia das más notícias IV

Acaba de sair uma nota do INE sobre o comércio externo português. De 2006 para 2007 as exportações para a UE subiram mais que as importações, as exportações extra-comunitárias também subiram mais que as importações, e por conseguinte a taxa de cobertura (percentagem do que compramos que é "compensado" por vendas nossas, ou seja exportações/importações*100) também subiu.

Tudo boas notícias, mas o que é o Diário Digital escreve?
Título: Défice comercial português agravou-se 4,12% em 2007
Parágrafo em destaque:O défice comercial português ascendeu a 19.356,2 milhões de euros no ano passado, um agravamento de 4,12% face a 2006, informa esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

A informação está correcta, é possível a taxa de cobertura melhorar e o saldo piorar, mas quando isso acontece devemos dar atenção à primeira, não ao segundo. Isto por uma razão muito simples, a variação da primeira diz-nos se estamos numa trajectória sustentável (se caminhamos para a bancarrota ou não), mas a segunda não dá informação nenhuma.
E não se julgue que sou apenas eu. Nem se julgue que o jornalista fez copy-paste sem pensar mais no assunto. O próprio comunicado da INE destaca a variação da taxa de cobertura na primeira página, e nunca refere a variação do saldo ao longo de oito páginas! Foi o próprio jornalista que depois de ler o texto do INE, se deu ao trabalho de ir caçar um mau resultado aos quadros e foi calcular aqueles 4,12%.
Dito de outro modo, se aqueles 4,12% são tão significativos como o jornalista nos quer fazer crer, porque é que eles nem constam do comunicado de oito páginas?
publicado por Miguel Carvalho às 12:08
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Economia floresce 1% mas a bolsa mirra 2%

O jornalismo é suposto ser constituido por textos informativos e objectivos, não deve ser por isso ser confundido com poesia. Os jornalistas adoram contudo arranjar palavras diferentes, como o "abrandar", que já várias vezes referi, e que se pode prestar a várias interpretações. Se calhar até dá jeito... No Diário Digital tínhamos há pouco
Meio da sessão: PSI-20 acelera 0,9%
Acelera 0,9%?
E isso quer dizer o quê?
Principais Tags:
publicado por Miguel Carvalho às 15:06
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

Sondagens? Acho que tem a ver com eleições, não é?

Para lá do erro habitual das percentagens (quando o PS desce de 38,1% para 36,1% não desce 2% como diz o jornalista, desce sim 5% ou dois pontos percentuais) o Diário Digital traz uma palermice nova sobre sondagens:

"A subir estão também as intenções de voto no Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva". Ena, há eleições presidenciais e eu nem sabia. Aparentemente o Cavaco tem 62% de intenções de voto.

"José Sócrates [regista] nova quebra (...) nas intenções de voto, surgindo, em Fevereiro, com 29,8%"
"Tendência idêntica apresenta Luis Filipe Menezes, líder do PSD (...) apresentando agora 21,9% de intenções de voto"
Olha, o Sócrates e o Menezes também são candidatos! Que raio, não sabia de nada... Mas espera, as percentagens somadas dão mais de 100%! Será que o jornalista nem sabe distinguir intenções de voto da percentagem da população com uma avaliação positiva dos políticos?
Principais Tags: ,
publicado por Miguel Carvalho às 21:06
link | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008

Chuva aumenta 10000000%

Mais um exemplo do eterno erro de comparar valores de estatísticas com flutuações enormes: Brasil: IDE português triplica em Janeiro diz o Diário Digital. O investimento directo estrangeiro, mesmo em termos anuais, tem enormes flutuações, logo é preciso ter algum cuidado em comparar uma período com o outro. Aqui a situação ainda é pior porque apenas se compara uma fracção do IDE total (aquele dirigido ao Brasil) dentro de outra fracção do IDE (aquele de Janeiro).
Como sempre, um exemplo semelhante e mais infantil para o jornalista responsável pela peça, é como afirmar que Chuva aumenta 10000000% porque ontem caiu uma gota e hoje choveu, ou seja uma informação irrelevante.
Principais Tags: ,
publicado por Miguel Carvalho às 12:22
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Eleições e tomada de posse

PS completa na quarta-feira três anos no Governo diz hoje o Diário Digital. Talvez sigam um  calendário asiático ou algo assim, porque hoje é 20 de Fevereiro e o actual governo entrou em exercício a 12 de Março.
Principais Tags:
publicado por Miguel Carvalho às 10:05
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008

Governo condena deficientes à morte

Segundo fontes muito duvidosas era este o título que o Diário Digital queria usar para a notícia sobre a reformulação do ensino para deficientes. Alguém mais conservador lá achou que seria demais, e o título escolhido acabou por ser apenas Governo retira ensino especial a deficientes.
A notícia é baseada noutra do DN cujo título é Governo tira deficientes do ensino especial. Reparem só na subtil diferença semântica. Afinal não é o ensino que é retirado aos deficientes, mas o contrário.. e isto faz toda a diferença.
No texto do DN diz-se no início que o governo obriga os pais de alguns deficientes (entretanto já não são todos, como transparece do título) a pagar do seu bolso o ensino especial.
Lá mais para o meio do texto percebe-se que a ideia não é retirar direitos e cobrar dinheiro, mas encaminhar alguns tipos de deficientes para uma integração no ensino normal: A ideia central do novo diploma é fomentar a integração das crianças com certas deficiências nas escolas do ensino regular, onde poderão receber pontualmente apoio educativo especial, assegurado por professores com formação específica.

Como sempre não estou a querer defender uma ou outra política, apenas a notar como os títulos sensacionalistas induzem os leitores em erro. Um exemplo muito semelhante também associado a direitos de deficientes, é a alteração ao IRS. A alteração foi neutra em termos de impostos recolhidos, apenas houve uma reafectação nos diferentes escalões de rendimentos, mas a grande maioria das pessoas ainda está convencida que o governo pôs os deficientes a pagar mais impostos.
publicado por Miguel Carvalho às 13:55
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

Escrito à pressa

No DD:
A primeira estimativa para o Produto Interno Bruto da Zona Euro (medido em volume) aponta para um aumento anualizado de 0,4% (+0,8% no terceiro trimestre), enquanto Portugal registou variação de 0,7% (-0,1%).
Na fonte da notícia, logo na primeira frase:
GDP grew by 0.4% in the euro area (EA13) (...) during the fourth quarter of 2007, compared with the previous quarter.
Ou seja é crescimento trimestral não-anualizado.

Um erro menor, mas mais um exemplo de jornalismo às três pancadas.

P.S. Só me chamou a atenção, porque um crescimento de 0,4% a ser anualizado, seria uma péssima notícia para a economia europeia. Em comparação com o mesmo trimestre do ano passado, o crescimento foi de 2,4%.
Principais Tags: ,
publicado por Miguel Carvalho às 14:08
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

A ânsia das más notícias III

Só nas 5 notícias principais do Diário Digital a esta hora temos mais dois exemplos:

Salas de cinema perderam 134 espectadores/dia em 2007
As salas de cinema portuguesas foram visitadas por 16.318.378 espectadores no ano passado, o que traduz uma quebra de 0,3%

Uma variação de 0,3% é estatisticamente insignificante. Basta ter havido mais noites de sexta-feira com chuva para haver uma variaçãozeca destas, o que não significa que haja menos gente a querer ir ao cinema.

Volume de negócio nos serviços abrandou em Dezembro
O volume de negócios no sector dos serviços registou uma taxa de variação homóloga de 5,1% em Dezembro de 2007, abrandando 0,4 p.p. relativamente a Novembro

O exemplo clássico da vontade de dar más notícias. Claro que "abrandar" pode ter duas interpretações: estar pior ou até estar melhor mas com uma melhoria mais lenta. Mas por favor, estamos a falar de um crescimento de 5,1%, e mesmo assim a notícia consegue ser pintada de preto.
Colocando a questão de outra maneira: haveria algum jornalista que perante o facto do volume de negócio ter diminuído "apenas" 5,1% em vez de 5,5%, ou seja tendo decrescido o volume de negócios, diria que o volume de negócios está a aumentar ou acelerar??
Principais Tags:
publicado por Miguel Carvalho às 22:27
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Portugal o mais rico e o mais pobre da Europa

O Diário Digital escreve hoje "Estudo: Portugueses têm das pensões mais baixas da Europa", referindo-se a um Estudo da AXA. Ora basta abrir a página da AXA para ver que o estudo não tem uma amostra exaustiva nem representativa da Europa. Ou basta ler a frase "Portugal é o país europeu com as pensões mais baixas, a seguir à Hungria e à República Checa" da notícia para concluir que falta ali muita coisa.
Um exemplo: usando como amostra Portugal, Bielorrússia, Estónia, Moldávia, Roménia, Sérvia, Bósnia, Croácia, Bulgária, etc...  o DD iria concluir em grande estilo algo como "Portugal tem pensões três vezes maiores que a média europeia".
Se a amostra for Portugal, Suiça, Suécia, Irlanda, Noruega, Holanda, Luxemburgo, etc... a conclusão teria que ser "Portugal tem pensões a metade da média europeia".
Ora até um miúdo de 10 anos sabe que ambas não podem estar correctas ao mesmo tempo, ou parafraseando o imaginário moço, "os senhores do Diário Digital são uns aldrabões".

Principais Tags: , ,
publicado por Miguel Carvalho às 13:35
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

Se mete percentagens dá disparate IV

No título: "Vagas para médico de família vão aumentar 5%, diz o ministro". No subtítulo: "...aumentarão dos actuais 25 para 30 por cento". Depois de ter visto José Sócrates dizer disparate semelhante, este não me espantaria. No entanto, acabei de ver a peça do Jornal da Tarde da RTP sobre o mesmo assunto e não ouvi do Ministro da Saúde a afirmação que lhe é atribuída no título. O disparate parece ser mesmo do(a) jornalista do Diário Digital.
Principais Tags: ,
publicado por Pedro Bom às 13:20
link | comentar | favorito

Autores

Pesquisa no blog

 

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

A cerveja faz bem à comic...

Acho que se chama dualida...

Não compliquem

Disparates concentrados

Confundir países

O petróleo que não polui

É no que dá confundir por...

Percentagens quando elas ...

Jornalismo às três pancad...

Esses gajos sabem lá de e...

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Principais Tags

correio da manhã(13)

desemprego(15)

diário digital(24)

diário económico(9)

dn(82)

economia(65)

estatísticas(22)

expresso(26)

inflação(13)

lusa(15)

matemática(12)

percentagens(26)

público(102)

publico(9)

rigor(9)

rtp(20)

rudolfo(16)

salários(10)

sensacionalismo(135)

sic(11)

todas as tags

Contacto do Blogue

apentefino@sapo.pt

Outros Blogs

subscrever feeds